(11) 3207-7618

Nota de Repúdio a Imprensa.

Quinta-feira, 16 de Março de 2017

São Paulo, 15 de Março de 2017.

Nota de Repúdio a Imprensa.

Federação Nacional dos Trabalhadores em Energia Água e Meio Ambiente (FENATEMA) vem através desta, repudiar a conduta das Mídias Televisivas, Rádios, Jornais e Revistas as quais vêm acompanhando as ações do Governo Federal com muita parcialidade, integrando uma verdadeira rede de apoio aos abusos propostos.

Os canais de televisão vêm em seus programas, afirmando que as pessoas devem e precisam trabalhar até mais de 70 anos de idade.

Desta forma, colaboram com o raciocínio errático do Governo, e não transmite uma linha do contraponto a situação.

Sequer se dignam a esclarecer os motivos da greve enfatizando apenas os efeitos colaterais, naturais de tais movimentos.

Queremos lembrar que a provocação partiu do Governo Federal ao propor Reformas danosas e perversas aos trabalhadores, segue alguns pontos, quais sejam;

Na Previdenciária:

• Obrigar que todos, homens e mulheres trabalhem até os 65 anos, com o fim da aposentadoria por tempo de contribuição ou por idade.

• Que todos contribuam trabalhando por 49 anos para obter 100 % de sua aposentadoria;

• Reduz drasticamente os benefícios pagos, ou aumentam o tempo para obtê-los na assistência social;

• Acaba genericamente com a aposentadoria especial forçando trabalhadores em atividades, como a nossa, perigosas e insalubres, a permanecerem por muitos anos a mais em contato com risco ou agente agressor propiciando o adoecimento ou morte do empregado;

Na trabalhista:

• Deixa os trabalhadores a mercê das negociações eliminando a proteção da CLT e sabemos que nem sempre a conjuntura em que ocorre uma negociação é favorável ou equilibrada; ·

• Aumenta para 240 dias o prazo de experiência;

• Abre espaço para expandir jornadas a limites estressantes de 12h ou mais, sem levar em consideração a atividade e suas características;

• Incentiva a existência de Banco de Horas;

• Altera os regimes de trabalho deixando a mercê dos patrões, inclusive, o pagamento salarial.

Enfim, as duas reformas aliadas, levarão o País a um retrocesso histórico e tornara impeditiva a aposentadoria.

Lamentamos que a Imprensa não informe a população dos efeitos nefastos das Reformas Editadas pelo Governo Federal, em conjunto com o Lobby da CNI, Banqueiros e especuladores internacionais, e tampouco questionam os dados apresentados, mesmo sem nunca ter visto sequer uma auditoria ou cálculo atuarial da Previdência

Segundo auditores da ANFIP, a PREVIDÊNCIA NÃO ESTA QUEBRADA, e sim, está sendo MAL ADMINISTRADA PELO GOVERNO.

Querem empurrar mais esta conta para o trabalhador, e NÃO ESTAMOS DISPOSTOS A PAGAR!!!

Eduardo de Vasconcellos Correia Annunciato – Chicão. - Presidente

Download Ofício:

VOLTAR ÀS NEWS